Notícias

Justiça Federal da 4ª Região empossa 19 novos juízes federais substitutos

Por setembro 8, 2017 Sem comentários

Na tarde desta quarta-feira (6/9), a 4ª Região recebeu 19 novos juízes federais substitutos. A solenidade de posse ocorreu no Plenário do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, às 14h. Os novos magistrados vão atuar em varas da Justiça Federal localizadas no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná.

A cerimônia foi coordenada pelo presidente do tribunal, desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores, que deu posse aos novos juízes. Flávia Hora Oliveira de Mendonça, primeira colocada no XVII Concurso Público para Provimento de Cargo de Juiz Federal Substituto da 4ª Região, prestou juramento em nome dos empossados. A seguir, todos assinaram o termo de posse.

O desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus, diretor da Escola de Magistratura (Emagis), discursou em nome do tribunal, saudando os novos juízes. “O heroísmo faz parte da carreira. Desejo que, mais que juízes, sejam magistrados”, afirmou Laus, explicando que as duas palavras, apesar de serem usadas como sinônimos, têm noções filosóficas diferentes. “Enquanto o juiz é um partidor, alguém que rearranja situações onde há desproporção, o magistrado vai além, não apenas resolvendo casos, mas atuando como uma liderança que aponta caminhos inovadores e seguros para a sociedade”.

Laus aconselhou os novos colegas a agirem com razão e sensibilidade, lembrando que ser juiz não é apenas deter um cargo, mas um encargo, uma vocação. “A lei pode ser bem aplicada, mas só se torna diferenciada, enriquecida, quando bem interpretada, podendo o juiz prestar engenhosas contribuições ao país. Sejam bem-vindos a essa grande família chamada Justiça Federal”, completou o desembargador.

Em nome dos colegas, a primeira colocada Flávia de Mendonça lembrou da sensação de alívio e júbilo que desfrutaram com a aprovação “em um dos concursos mais difíceis do país”. “Temos convicção de que os sacrifícios de toda a ordem vividos para conquistar esse objetivo repercutirão na forma como nos dedicaremos à causa da Justiça”, observou a nova juíza.

Flávia frisou a importância de ter uma formação humanista e consciente do papel social do juiz. “Por trás de cada julgado, de cada processo, existem vidas que são afetadas”, ponderou. Ela lembrou que o Brasil vive um momento ímpar, com o povo ansioso para que seja feita a Justiça. “Não nos furtemos a essa responsabilidade, atuemos com justeza e, se necessário, destemor aos sutis movimentos externos que têm tentado constranger o Judiciário”, concluiu.

Thompson Flores encerrou a cerimônia lembrando que a prestação jurisdicional é um serviço público nacional diferenciado dos demais. “Os senhores iniciam hoje uma missão de décadas dedicadas ao país e seus cidadãos”, declarou o presidente da corte.

Os novos juízes ficarão durante três meses no TRF4, onde participarão de um curso de formação inicial. Em dezembro, serão designados para as varas em que irão atuar.

 

Os novos juízes federais substitutos:

Flavia Hora Oliveira de Mendonça

Lillian Pfleger

Daniel Chiaretti

Mariana Álvares Freire

Grazielle Blume Sulzbach

Gustavo Richter

Gustavo Alves Cardoso

Rodrigo Vaslin Diniz

Fabrício Ponte de Araújo

Stephanie Uille Gomes

Diego Akito Nihei

Giane Maio Duarte

Ricardo Soriano Fay

Valter Sarro de Lima

Diogo Edele Pimentel

Vinícius Sávio Violi

Paola Goulart de Souza

Gabriel Urbanavicius Marques

Murilo Scremin Czezacki

Deixe um comentário